Compartilhar:

Yago Martins, do MRN Informação

O recém-contratado zagueiro espanhol Pablo Marí, já tem histórias para contar vividas com a camisa do Flamengo. Após uma boa atuação na vitória contra o Botafogo, o defensor foi titular na partida decisiva contra o Emelec, e já conquistou o carinho da torcida rubro-negra.

Pablo Marí deu uma entrevista ao jornal AS, da Espanha, e comentou sobre sua chegada ao Brasil, o momento do Flamengo e a classificação para as quartas de finais da Libertadores. Destaque para um trecho de uma das repostas: ”O Flamengo és tão grande como o Real Madrid ou o Barcelona”.

Confira trechos da entrevista

Sair da segunda divisão da Espanha para brilhar no Flamengo

”Isso foi algo inesperado, até para mim. Tudo foi feito muito rápido. Assim que recebemos a notícia de que eles queriam me contratar, concordamos em apenas dois dias. Eu estava claro que queria ir jogar Flamengo, assim que surgisse a possibilidade. É um clube enorme, com muitos seguidores”.

Jesus fundamental para a sua contratação

”Eles me disseram que na primeira reunião que Jorge Jesus teve no clube, depois de assinar, colocou meu nome na mesa. Isto me surpreendeu. Foi ele quem me escolheu”.

Grandeza do Flamengo

”É o Flamengo, conhecido em todo o mundo. Além disso, recentemente jogaram uma final continental e isso teve impacto em minha chegada. Os torcedores desse time vivem por e para o Flamengo. É o maior do Brasil, o que tem mais seguidores. Percebe-se. Tudo neste clube tem um impacto enorme. O Flamengo é como o Madrid ou o Barça”.

Classificação contra o Emelec

”Foi tremendo. Raramente um jogador vive algo assim. Saímos do CT e as pessoas já nos encorajavam. Eles estavam nos seguindo para o Maracanã. Então veio a entrada do estádio cercada por tantas pessoas. E a partida também, claro, com 76.000 torcedores apoiando em todos os momentos das arquibancadas. Apoteótico. Eu não posso descrever isso. Essas coisas têm que ser vividas para entendê-las. Houve uma grande atmosfera de retorno desde o início, uma sensação de final épico”.

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: