Pedreira ou moleza? Conheça os possíveis adversários do Flamengo nas oitavas da Libertadores

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Primeiro colocado do grupo A, atual campeão aguarda sorteio para saber quem enfrenta na sequência da competição continental

Classificado em primeiro lugar no grupo A após a vitória por 3 a 1 sobre o Junior Barranquilla, o Flamengo aguarda o sorteio para conhecer o adversário das oitavas de final da Libertadores. Faltam apenas as últimas partidas dos grupos E e H, nesta quinta-feira, para definir todos os classificados.

O que espera o Flamengo no primeiro mata-mata? Um novo duelo contra o Independiente del Valle? Um confronto brasileiro contra Athletico-PR ou Internacional? Ou um confronto teoricamente mais tranquilo, contra o Delfín do Equador, surpresa da competição? Não dá para escolher adversário, mas é sempre bom saber o que vem pela frente.

Del Valle de novo?

O segundo colocado do grupo do Flamengo também foi o responsável por aplicar a maior goleada sofrida pelo Rubro-Negro em Libertadores. Um 5 a 0 que abalou as estruturas, quase causou da demissão de Domènec Torrrent, mas também mexeu com os brios do elenco e da comissão técnica. Tanto que o Flamengo não perdeu mais depois dessa partida e devolveu a goleada no jogo de volta, fazendo 4 a 0 no time equatoriano. Enfrentar o time comandado pelo espanhol Miguel Ángel Ramírez seria mais um capítulo interessante dessa “nova rivalidade” do futebol sul-americano.

Campanha na Libertadores: 12 pontos, 4 vitórias e 2 derrotas
Artilheiro: Gabriel Torres – 4 gols
Destaque: Moisés Caicedo

Guaraní do Paraguai:

Segundo colocado no grupo do Palmeiras, o Guaraní (PAR) teve uma campanha sólida na fase de grupos, se classificando com tranquilidade. Mesclando juventude e experiência e reforçada por Cecílio Domínguez, ex-Independiente (ARG), a equipe comandada pelo argentino Gustavo Costas pode dar trabalho se for subestimada, como em 2015, quando eliminou o Corinthians nas oitavas de final e chegou às semifinais da Libertadores pela primeira vez.

Campanha na Libertadores: 13 pontos, 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota
Artilheiro: Raúl Bobadilla – 3 gols
Destaque: Cecílio Domínguez

Athletico-PR:

O Athletico-PR foi um dos primeiros clubes brasileiros a garantir a classificação para as oitavas da Libertadores. O time paranaense é o adversário do Flamengo nas oitavas da Copa do Brasil e o sorteio da Libertadores pode trazer uma chuva de confrontos entres os times rubro-negros em 2020. O time comandado por Eduardo Barros perdeu a liderança do grupo na última rodada, quando poupou os titulares e foi derrotado pelo Peñarol (URU)

Campanha na Libertadores: 10 pontos, 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota
Artilheiro: Lucho González – 2 gols
Destaque: Renato Kayzer

LDU (EQU):

Campeão da Libertadores em 2008 após vencer o Fluminense, o clube equatoriano tem tradição na competição e os jogos na altitude sempre são complicados para qualquer adversário. A equipe comandada pelo uruguaio Pablo Repetto conseguiu a segunda colocação no grupo D, eliminando o São Paulo e ficando um ponto atrás do River Plate (ARG), atual vice-campeão.

Campanha na Libertadores: 12 pontos, 4 vitórias e 2 derrotas
Artilheiros: Adolfo Muñoz e Cristian Borja – 2 gols
Destaque: Jhojan Julio

Internacional:

O grupo E teve a dupla Grenal classificada e os confrontos diretos entre os rivais praticamente definiram as posições. O Internacional, que perdeu um clássico e empatou o outro, ficou na segunda posição. A equipe de Eduardo Coudet ainda perdeu a chance de assumir a liderança nesta quinta-feira, quando poupou os titulares para o duelo que vale a liderança do Brasileirão contra o Flamengo no domingo, e foi derrotado pelo Universidad Católica fora de casa por 2 a 1.

Campanha na Libertadores: 8 pontos, 2 vitórias, 2 empate e 2 derrotas
Artilheiros: Boschilia e Paolo Guerrero – 3 gols
Destaque: Thiago Galhardo

Racing (ARG):

Com uma torcida apaixonada e muita tradição, o Racing faz parte dos “cinco grandes” da Argentina. Só isso já é motivo para não subestimar os caras. Além disso, o time comandado por Sebastian Beccacece, um dos principais nomes da safra atual de treinadores argentinos, fez uma campanha “de líder” no grupo F, ficando com a segunda colocação apenas nos critérios de desempate, atrás do Nacional (URU). No entanto, o time perdeu um de seus principais jogadores para a sequência da competição, Matías Zaracho, contratado pelo Atlético-MG.

Campanha na Libertadores: 15 pontos, 5 vitórias e 1 derrota
Artilheiro: Nicolás Reniero – 3 gols
Destaque: Nicolás Reniero

Delfín (EQU)

O modesto clube equatoriano, comandado por Miguel Zahzú surpreendeu ao garantir a segunda colocação no grupo G, que teve o Santos como primeiro colocado, e deixou para trás os argentinos do Defensa y Justicia e vencendo o tricampeão da Libertadores Olimpia (PAR), fora de casa na última rodada. É o adversário mais desejado por todos os primeiros colocados.

Campanha na Libertadores: 15 pontos, 5 vitórias e 1 derrota
Artilheiro: Carlos Garcés, Jose Valencia, Agustín Ale, Juan Rojas – 1 gol
Destaque: Máximo Banguera

Libertad (PAR):

O Libertad conseguiu uma classificação dramática na última rodada, decidida na diferença de um gol de saldo. O time paraguaiofoi derrotado pelo eliminado Independiente Medellín, em casa, por 4 a 2, mas contou com a derrota do Caracas (VEN) por 3 a 0 para o Boca Juniors para avançar na competição. A equipe do técnico Ramón Díaz, que conta com nomes experientes como o centroavante Óscar Cardozo, volta e meia chega nos mata-matas e incomoda os grandes do futebol sulamericano, mas em 2020 vem tendo desempenho bastante irregular.

Campanha na Libertadores: 7 pontos, 2 vitórias, 1 empate e 3 derrotas
Artilheiro: Sebástian Ferreira – 3 gols
Destaque: Martín Silva

O sorteio das oitavas de final da Libertadores acontece nesta sexta-feira, às 12h e será transmitido pela Conmebol TV.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs