Compartilhar:

O comentarista Pedrinho, do Sportv, avaliou que a contratação de Michael pelo Flamengo não é ideal nem para o clube nem para o jogador, devido às características de jogo do atacante que se destacou no Goiás. O ex-jogador do Vasco afirmou que, o Flamengo deveria tentar trazer Artur, do Palmeiras, que jogou o Brasileiro pelo Bahia e acabou de ser negociado para o Red Bull Bragantino por cerca de R$ 27 milhões – menos do que o Flamengo irá pagar por Michael. Ele reconheceu, porém, que não sabe se o Palmeiras aceitaria fazer negócio com o Flamengo. Veja o que o comentarista disse sobre o assunto na edição de hoje do Seleção Sportv:

“Acredito que seja um valor alto pro que o Michael pode dar de retorno. Quando um jogador está muito em evidência assim, qualquer opinião contrária ela toma um sentido ruim. Parece que a gente está falando que o Michael não joga isso tudo. Não, ele joga, é um ótimo jogador. Mas eu tô encaixando ele dentro da proposta de jogo do Jorge Jesus. Acho que ele vai ter menos oportunidades. O Jorge Jesus joga amassando o adversário. O jogo do Michael é um jogo completamente de transição. Parece que é um jogo de habilidade curta, de pegar equipe fechadinha, mas isso ele vai ter dificuldade se encontrar uma equipe fechadinha. Isso não é defeito, é característica individual. Como o Berrío não consegue jogar dentro do estilo de jogo do Jorge Jesus. Em termos de oportunidade para ele, o Corinthians seria uma oportunidade melhor.

Eu, se fosse gestor do Flamengo, eu já tenho o Vitinho e eu contratei o Pedro Rocha, jogadores que apesar do estilo um pouquinho diferente têm a mesma função dentro do jogo — o Pedro Rocha ainda pode jogar por dentro. Se eu tivesse que apostar num jogador jovem, com o diferencial do drible, a minha aposta seria no Artur. Eu não sei se o Palmeiras gostaria de vender para o Flamengo. O Artur poderia disputar posição duramente, e se ele ficasse no banco ele seria um jogador que poderia ocupar o lugar do Everton Ribeiro quando o Everton saísse, porque é um jogador com características parecidas, canhotinho, de drible, de entendimento de jogo. As pessoas focaram no destaque, e você não tem que ir no destaque, você tem que ir na sua necessidade. Às vezes você tá com tanto dinheiro que pode buscar até alguém que você não queira, para não fortalecer o adversário. Mas dentro desses jogadores, do Artur que foi para o Bragantino e do Michael, eu ia no Artur.”

Artur causou polêmica ao aparecer em uma foto beijando a camisa do Flamengo após o título da Libertadores — segundo o jornalista Cosme Rímoli, a atitude foi determinante para que o Palmeiras decidisse se desfazer da jovem promessa quando o Red Bull Bragantino resolveu tentar trazer Artur.

Michael, de 23 anos, fez nove gols e deu cinco assistências no último Brasileiro e foi eleito a revelação da competição pela CBF e no prêmio Bola de Prata, da ESPN. Já Artur, de 21, marcou sete vezes e deu três passes para gol.

Compartilhar: