Pedro fala sobre parceria com Gabigol e manda recado para torcida

MRN Informação | Bruno Guedes – Autor de um dos gols mais bonitos do novo Maracanã, o atacante Pedro falou na coletiva de imprensa, após a vitória por 4 a 1 no Unión La Calera, sobre a parceria com Gabigol. De acordo com o jogador, os dois se entendem bem. Sem pressionar para que ambos sejam titulares, o artilheiro disse que cada um que entra faz o melhor.

LEIA MAIS: Rogério Ceni explica ‘sofrimento’ no 2º tempo e como usar Pedro e Gabigol juntos

Na coletiva após a partida desta terça-feira pela Libertadores, Pedro explicou que a maneira como se entende com Gabigol no ataque é o diferencial. Mas sem fazer pressão ou cobrar titularidade, lembrou que todos os demais jogadores também são fundamentais para o sucesso da equipe:

“Eu e Gabi nos entendemos muito bem. Jogamos contra o Volta Redonda e nos sentimos bem em campo, hoje novamente pudemos jogar juntos. Mas é sempre bom jogar com atleta de qualidade do lado: Gabigol, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique… Quem entra ali, entra para dar o melhor para o Flamengo”, disse o atacante.

Sobre ser titular ou não, o artilheiro falou que jogar no Flamengo é sempre sentir pressão. Contudo, ressaltou que ela é parte fundamental do futebol:

“Jogador de futebol tem que estar pronto para pressão. Todos os jogos têm pressão pro Flamengo, para vencermos. Mas estamos acostumados com isso, no dia a dia nos concentramos totalmente pra quando chegar no jogo, fluir naturalmente. Mas acho que com estádio cheio é sempre melhor, quando se faz um gol desses”, declarou.

Ao lembrar do Maracanã, Pedro mandou recado para a torcida rubro-negra:

“Inclusive, saudades da Nação enchendo o estádio! Acho que com estádio cheio é sempre melhor”, se declarou o artilheiro

Pedro comenta golaço e como chegou às redes adversárias com tanta frieza

Pedro marcou o mais belo gol da partida e um dos mais bonitos do novo Maracanã. De acordo com ele, a tranquilidade foi fundamental para o lance. Mas destacando outros companheiros, compartilhou o momento com Vitinho:

“O Vitinho fez uma grande jogada ali pela direita, deu um passe firme, dominei bonito. Ameacei dar no Gabi, driblei pra dentro e veio outro dando carrinho. Se eu chuto, ia bater nele. Dei mais uma para a direita e o goleiro saiu, tive que cavar. Todo atacante tem que ter essa frieza na frente do goleiro. Graças a Deus pude contribuir com um gol bonito, ajudar o Flamengo a sair com a vitória. Mas ali tem que ser frio na frente do goleiro” explicou.

O próximo compromisso do Flamengo será contra o Volta Redonda, pelas semifinais do Campeonato Carioca. A partida será às 21h15 (de Brasília), no Raulino de Oliveira.

Acompanhe o jornalista Bruno Guedes no Twitter

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here