Pedro presta depoimento na Polícia Civil nesta segunda-feira; entenda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Yago Martins — Vice-artilheiro do Flamengo na temporada, o atacante Pedro foi chamado pela Polícia Civil para prestar depoimento na tarde desta segunda-feira, 22, após sua transferência para a Fiorentina, ainda em 2019, ganhar mais um capítulo. De acordo com o jornalista Renan Moura, da Rádio Globo, a Delegacia de Defraudações investiga uma denúncia feita em março de 2020, no qual o Bangu teria sido beneficiado pelo mecanismo de solidariedade, sem o centroavante jamais ter atuado pela equipe da Zona Oeste.

Ainda segundo a rádio, no passaporte de Pedro – documento usado pelos clubes nas transferências internacionais, o jogador aparece como atleta do Bangu entre 25 de agosto de 2011 até 16 de abril de 2013. O que poderia render para o clube de Moça Bonita, cerca de R$ 400 mil no percentual de clube formador, em sua transferência do Fluminense para o clube italiano.

A investigação da Polícia é para descobrir se houve ”má fé” da federação de incluir o Bangu no documento, já que há indícios de que o atual camisa 21 do Flamengo, nunca foi inscrito pelo vice-campeão Brasileiro de 1985, e chegou a ser dispensado após fazer testes pelo alvi-rubro. Além de Pedro, sua mãe também foi chamada para prestar depoimento.

Por parte da federação, a diretora geral de registros foi chamada para depor. Pedro não está sendo investigado, mas se demonstra muito disponível a cooperar no caso.

Leia também: Veja quais atletas do São Paulo podem ser desfalques contra o Flamengo

Com o atacante marcando dois gols anulados pelo VAR, o Flamengo foi a campo no último domingo, e venceu o Inter por 2 a 1. Relembre como foi a partida.

Flamengo: Hugo Souza; Maurício Isla, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Gerson, Diego, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol

Internacional: Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson e Patrick; Caio Vidal, Praxedes e Yuri Alberto

O jogo começou com as duas equipes se estudando, e a primeira finalização do Flamengo foi aos sete minutos, com Bruno Henrique de fora da área. Dois minutos depois, Gustavo Henrique puxa Yuri Alberto dentro da área e o árbitro marca pênalti. Edenílson cobra e marca: 1 a 0 Internacional.

O Flamengo sentiu o gol, e só a partir dos 15 minutos começou a esboçar uma reação, com Gerson tentando conduzir a equipe ao empate e deu certo. Aos 28, Bruno Henrique recebeu na esquerda, driblou Rodinei e rolou para trás pra Arrascaeta empatar: gol do Flamengo, 1 a 1. O Mais Querido tinha a bola, e chegou a ter 61% de posse de bola aos 36 minutos, porém sem criar nenhuma grande chance de fazer o segundo gol. Os visitantes quase voltaram a ficar na frente no placar aos 43: Rodinei ganhou na direita e finalizou no travessão. E nada mais aconteceu no primeiro tempo.

Na etapa complementar, o jogo começou quente, e logo aos 2 minutos, o VAR chamou o árbitro para analisar uma possível expulsão de Rodinei, após falta em Filipe Luís, e aplicou o cartão vermelho ao lateral-direito. Imediatamente, Rogério Ceni chamou o Pedro para substituir Isla.

Aos 12, Rodrigo Caio e Diego Ribas sentiram, e João Gomes e Natan entraram. E o gol da virada veio aos 17: Arrascaeta tocou por trás, e Gabigol balançou as redes: 2 a 1 Flamengo. Um minuto depois, Ceni novamente mudou, e chamou João Lucas para substituir Gabriel Barbosa. Aos 35, Pedro chegou a fazer outro gol para o Flamengo, porém, o bandeira assinalou impedimento.

O Flamengo teve outro gol anulado pelo VAR: aos 47, Pedro ganhou do Lucas Ribeiro, driblou o goleiro, mas o árbitro anulou. Mas foi isso: Flamengo 2 x 1 Internacional.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs