Chiqueiro

Sempre defendi o direito do Vasco mandar qualquer partida em seu estádio. Sempre… até 2015, quando, alegando questões de segurança, jogos foram transferidos de São Januário para o Maracanã fora do prazo estabelecido pelo Regulamento Geral de Competições da CBF. Na época, antes de uma partida contra o Atlético-PR, o técnico Jorginho deu a seguinte declaração: “Não sei se dá tempo para uma mudança. No Maracanã seria mais seguro. É um pedido que fica. Tem muita gente exaltada, com ódio no coração. A violência gera violência”. Ainda que intempestivo, a CBF acatou o pedido do clube e, em nota, disse: “… a transferência desta partida para o Estádio Mario Filho, mantendo-se dia e horário programado, seria de benefício pleno, visando à segurança e integridade dos torcedores, atletas e funcionários envolvidos”. Ora, se o próprio Vasco tem medo de jogar em São Januário em determinadas situações, é óbvio que o estádio não tem condições de receber algumas partidas.

Volta

Já dá para observar um discurso ensaiado para fazer parecer que a Ilha não tem condições de receber o jogo contra o Vasco no segundo turno. Estaremos de olho! Se o GEPE achar que a presença de facções euriquianas ameaça a segurança da partida, muito bem. Retiram-se os 10% ou 5% do visitante e vida que segue. Obrigar o Flamengo mandar esse jogo no neutro Elefantão seria um escárnio. O Vasco não pode se beneficiar de sua própria torpeza.

Constrangedor

Gatito, Arnaldo, Joel Carli, Emerson Silva E Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger. Weverton; Cascardo, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho Gonzalez, Rosseto, Nikão e Douglas Coutinho; Ederson. Essas foram as modestas escalações de Botafogo e Atlético-PR pelas oitavas da Libertadores. Cada dia nossa eliminação fica mais feia.

Quer pagar quanto?

Os maiores valores de ticket médio da Série A são os de Palmeiras (55), Flamengo (54) e Corinthians (52). Difícil imaginar o clube abrindo mão de utilizar a lei da oferta e demanda vendo os principais concorrentes com receita de quase R$ 2M por jogo.

1996

Bem seguras as atuações de Thiago e Leo Duarte no sábado. O goleiro fez sua defesa mais importante como profissional e o zagueiro vinha bem até ser golpeado por Luís Fabiano. Vale ressaltar que Leo tinha apenas 115 minutos em 2017. Ele é mais um exemplo da má utilização do Ferjão.

Trem Pagador

O jogo contra o Palestino marcou 31 pontos na Globo Rio. Agora o Flamengo é responsável pelas maiores audiências do ano em estaduais, Libertadores, Brasileiro, Copa do Brasil e Sul-Americana.

José Peralta é craque em cornetagem, mas é maneiro pacas. Toda segunda-feira suas peraltadas estão aqui, no Blog CRFlamenguismo.


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias.
Email: [email protected]