Compartilhar:

Os títulos conquistados em 2019 levaram o Flamengo a outro patamar. Inclusive de exigência da torcida. Se em outras épocas os múltiplos prêmios de revelação do Campeonato Brasileiro já seriam credencial suficiente para a torcida estar empolgada com a notícia de que o atacante Michael está próximo de ser contratado pelo clube — dada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira em seu blog no UOL–, desta vez há uma desconfiança e um certo receio de que Michael seja um fenômeno de uma temporada só e não esteja à altura do nível do investimento necessário para contratá-lo.

Embora Michael só tenha aparecido para a maioria dos rubro-negros no ano passado, quando fez um excelente Campeonato Brasileiro, com 9 gols e 5 assistências — conduzindo um Goiás que teve a defesa mais vazada do campeonato à briga por uma vaga na Libertadores até as últimas rodadas –, essa não foi a primeira boa competição do jogador de 23 anos.

Em 2018, Michael já havia sido o principal jogador do Goiás na campanha que fez o clube conquistar o acesso à Série A após três temporadas consecutivas na Série B. Tanto que foi o primeiro nome em uma lista feita pelo Globoesporte.com com os destaques da competição que poderiam ser contratados por um clube da Série A.

” O atacante de 22 anos marcou sete gols, deu nove assistências e foi a principal válvula de escape do time esmeraldino. Tem mais três anos de contrato, mas a diretoria cogitaria a venda se houvesse boa proposta”, diz o texto publicado pelo portal em dezembro de 2018.

Michael chegou ao Goiás no meio de 2017, após se destacar no Campeonato Goiano daquele ano pelo pequeno Goianésia. Inicialmente foi reserva e marcou apenas 1 gol na Série B de 2017, mas ganhou espaço em 2018 e se tornou o principal jogador do time, status que manteve em 2019.

Após o fim do Brasileiro, competição da qual foi eleito revelação tanto no prêmio oficial da CBF quanto na tradicional Bola de Prata, Michael atraiu interesse de vários clubes. Antes da informação de que estaria próximo de fechar com o Flamengo, quem chegou mais perto de contratá-lo foi o Corinthians, mas o clube paulista não chegou a um acordo financeiro com o Goiás, que não abriria mão de receber R$ 50 milhões pelo jogador. Mauro Cezar Pereira, porém, garante que caso o negócio com o Flamengo seja mesmo fechado, será por cifras inferiores a esse montante.

Compartilhar: