Compartilhar:

Até a chegada de um novo treinador, a comissão técnica fixa do Flamengo manterá a metodologia que vinha sendo implantada pelo português Jorge Jesus. O preparador físico do clube, Roberto Oliveira, revelou em entrevista ao Uol, que as ideias de toda a comissão que deixou o rubro-negro com o Mister, irão seguir no Ninho do Urubu.

Confira trechos da entrevista

Na reapresentação, decidimos, em reunião, que deveríamos manter a metodologia que vinha sendo feita. Até o jogo contra Atlético-MG, teremos 15 sessões de treinamentos e daremos prioridade a trabalhos preventivos e de manutenção de força. Quando reiniciar o calendário, teremos pouquíssimo tempo para treinar. Claro, não podemos esquecer que a qualquer momento pode chegar um novo treinador e a programação pode ser ajustada. A princípio será assim, seguindo uma linha que já vinha sendo implementada. E desta maneira mantemos os atletas em alto nível de intensidade também. Estou falando da parte física. A técnica e tática, obviamente, cabe ao professor Mauricinho, que tem conduzido muito bem“.

Nossa metodologia prevê muito trabalho de mobilidade, estabilidade, core e força funcional para futebol. Não à toa temos pouquíssimas lesões musculares. A estrutura do clube facilita um pré e um pós-treino completos. Desde fisioterapia até massagem, com ótimos profissionais e equipamentos“.

A disciplina, o conteúdo e a forma de passar ao time aquilo que entendiam ser o melhor. As palestras do Jorge Jesus eram excelentes e a montagem dos treinos era muito organizada, feita por ele e os auxiliares duas horas antes do início do trabalho. Treinavam situações de jogo que realmente aconteciam. As atividades no dia do jogo eram em uma intensidade que muitos de nós não pensávamos que seria possível acontecer. E surtia efeito. Ganhamos títulos. Eles ajudaram a mudar muitas visões engessadas que tínhamos do futebol“.

Roberto está junto do técnico Maurício de Souza, na preparação inicial para a estreia do Campeonato Brasileiro, que será no dia 9 de agosto contra o Atlético-MG, no Maracanã.

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: