Quem é Max? Conheça um pouco mais sobre o autor do gol do Flamengo

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com. Siga no Twitter: @EuBrguedes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Bruno Guedes – Em latim, Max significa “o maior”. E foi assim por uma noite. Aos 19 anos, Max Alves da Silva alcançou a fama ao marcar o gol da vitória do Flamengo sobre o Nova Iguaçu. O triunfo desta terça, 2, pelo Campeonato Carioca, fez com que o meio-campista saísse do Sub-20 para os assuntos mais comentados das redes sociais.

Natural de de Juiz de Fora, em Minas Gerais, Max chegou ao Flamengo em novembro de 2020. O jovem foi destaque da Copa SP de Futebol no mesmo ano, pelo Tupi, o que atraiu as atenções dos profissionais do Flamengo.

Contratado para atuar nas categorias de base do Rubro-Negro, teve boas atuações ao longo do período. Entretanto, a partida contra o Nova Iguaçu foi a sua estreia na equipe principal. Após o golaço de fora da área, Max comentou o momento lembrando da família:

“Dedico o gol ao meu pai que tá lá em cima. Uma vez ele falou comigo, eu tinha 13 anos, que eu ia chegar ao Flamengo e poder fazer várias histórias aqui neste clube”, disse o meia.

Camisa 10 e com boas referências, Max é uma das promessas da base

Arquivo Pessoal

No Sub-20 do Flamengo, Max atua com a camisa 10. A mesma que usava no Tupi de Juiz de Fora, onde iniciou a carreira. Contudo, o meia vem se destacando por conseguir jogar em diversas posições do setor.

Não à toa, seu ídolo no Rubro-Negro é o também meia Gérson. Quando atuava pelo Fluminense, o Coringa jogava com a lendária camisa e na posição mais ofensiva que atual. Após sair do tricolor, o jogador passou a ser um volante. Entretanto, sem perder as características ofensivas.

Logo que chegou ao Flamengo, Max falou do sonho de atuar pelo clube. Embora jovem, não escondeu a personalidade que o levou à equipe principal no Campeonato Carioca:

“Quando cheguei no Flamengo tudo mudou. Minha cabeça também. Estou muito mais concentrado, querendo trabalhar firme para dar o melhor para a minha família e me dedicando cada vez mais”, disse ao Tribuna de Minas.

De acordo com os profissionais da base rubro-negra, Max ainda está no plano de desenvolvimento do Sub-20. Todavia, caso se destaque no Carioca de 2021, pode acabar ganhando espaço como outros ao longo da temporada.

Quem sabe, assim, também ser “o maior” pela carreira com a camisa do Flamengo que acaba de iniciar.

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

Notícias do Flamengo

Blogs