Renê vira sonho de consumo de clube recém-promovido para a Série A

MRN Informação | Yago Martins — O Flamengo segue movimentando seu elenco no mercado da bola. Em 2021, o clube já negociou e liberou jogadores como Yuri César e Lincoln, e contratou o zagueiro Bruno Viana, oriundo do Braga, de Portugal. Porém, outro nome que vem ganhando bastante força para deixar a Gávea, é o de Renê.

De acordo com o site do Mato Grosso, Olhar Direto, o Cuiabá – clube que acabou de subir para a Série A do Brasileiro, busca a contratação do lateral-esquerdo rubro-negro. João Lucas também é um dos desejos do ”Peixe Dourado”.

O vínculo de Renê com o Mais Querido vai até 31 de dezembro de 2022, e para a posição, o elenco conta atualmente com o experiente Filipe Luís e o jovem Ramon.

Leia também: Braz revela estágio de negociação com Rafinha: ‘Amanhã vou ligar pra ele’

- Advertisement -

Em sua última partida como titular de Rogério Ceni, o camisa 6 não conseguiu ajudar a equipe a vencer o Fortaleza no Castelão, no dia 26 de dezembro de 2020, pela 27ª rodada. Relembre como foi a partida.

Escalações:

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Jackson e Carlinhos; Ronald, Felipe, Tinga, João Paulo e Romarinho; David

Flamengo: Hugo Souza; Maurício Isla, Rodrigo Caio, Natan e Renê; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro

O jogo iniciou com as duas equipes se estudando bastante, e demorou para uma jogada de perigo acontecer. A primeira chance do Flamengo foi aos 13 minutos, Gerson lançou Renê, que escorou é Bruno Henrique finalizou com perigo à trave de Felipe Alves. Já amarelado, aos 23 Isla cometeu uma falta próximo à lateral fazendo os atletas adversários pedirem a expulsão do atleta, mas nada foi marcado.

No minuto 38, Pedro aplicou um bonito lençol em cima de Jackson e foi puxado pelo zagueiro do Fortaleza. Pênalti marcado e amarelo dado para o defensor cearense. Na batida, o artilheiro marca, porém escorrega e o juiz invalida o gol por Pedro ter batido com o pé duas vezes na bola.

Na etapa complementar, Rogério Ceni mexeu na equipe e João Lucas entrou no lugar de Isla. No entanto, o mesmo problema da primeira etapa permaneceu na segunda parte do jogo, com o Flamengo tocando bola de um lado para o outro sem objetividade. Aos 26, Ceni trocou Arão e Everton Ribeiro por Diego e Vitinho, porém o Mais Querido persistiu com as mesmas dificuldades. A última tentativa de Rogério foi propor a entrada de Pepê no lugar de Arrascaeta, mas não deu tempo para mais nada. Um fraco 0 a 0 marcou o placar final do jogo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here