Revelado no Fla, William Amendoim acerta retorno para o Mixto-MT

MRN Informação | Diogo Almeida — O tradicional Mixto, de Mato Grosso, anunciou o retorno do meia-atacante Willian Amendoim, de 34 anos. O jogador revelado pelo Flamengo teve passagem curta e marcante pelo clube em 2019, quando marcou o gol da classificação na primeira fase da Copa do Brasil, contra o CSA, que estava na Série A do Brasileirão.

O Tigre tem o objetivo de retornar à elite do futebol mato-grossense e contará com o jogador como principal nome do elenco alvinegro. William Amendoim vinha jogando pelo Juventude Samas, do Maranhão, onde jogou nove vezes e marcou dois gols. A notícia foi divulgada pelo site De Chapa FC.

William Amendoim anunciado pelo Mixto-MT

“Olelê olalá o Amendoim vem aí e o bicho vai pegar”, assim mesmo, parodiando a música da torcida do Flamengo dedicada a Romário, que o Mixto oficializou a volta de William Amendoim em suas redes sociais.

O anúncio destaca que Wiliam tem a responsabilidade de liderar, ao lado do centroavante Luizão, o ataque do time que irá recolocar o Mixto na primeira divisão do futebol estadual.

Não deixe de ler: 10 promessas do Flamengo que sumiram do mapa

William Amendoim começou no Flamengo

Em 2005, aos 18 anos, William Amendoim despontou como uma provável boa revelação, já que fazia bons jogos na base. Eram tempos difíceis entre os profissionais e havia alguma esperança de que os jogadores formados na Gávea fizessem justiça à mística do “craque o Flamengo faz em casa”.

Na temporada seguinte, William estreou entre os profissionais ainda aos 18 anos, no Carioca, em uma insólita derrota para o Cabofriense. Entrou no último jogo da campanha do Brasileiro no lugar de Fabiano Oliveira, no minuto derradeiro da partida.

Leia também: Lembra dele? Ex-xodó da torcida do Flamengo é ídolo na Série D

Em 2007 o cenário não mudou para Amendoim nos profissionais e não há registros de que atuou. Em 2008 foi emprestado pelo Flamengo ao Madureira. Logo depois transferiu-se para o Bonsucesso, dando início a uma carreira marcada por atuações em clubes pequenos do futebol brasileiro.

O jogador é apontado como exemplo da decadência da base rubro-negra de meados da década de 2000, quando o maior clube brasileiro estava mergulhado em má gestão e dívidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs