São Paulo não poderá contar com seis jogadores contra o Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Yago Martins — Na noite desta segunda-feira, 22, chegou ao fim a penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. E o São Paulo, que é o adversário do Flamengo na quinta-feira, foi derrotado pelo Botafogo por 1 a 0, se complicando na disputa por uma vaga na fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores.

A equipe do técnico Marcos Vizolli terá que vencer o Rubro-Negro no Morumbi, para garantir o G-4 da competição, sem depender de outros resultados. Se perder ou empatar, terá que torcer para o Fluminense tropeçar diante do Fortaleza. E para essa decisão, o Tricolor não poderá contar com seis atletas de seu elenco principal. São eles: Reinaldo (expulso contra o Botafogo), Léo Pelé (terceiro cartão amarelo), Gonzalo Carneiro (trauma no quadril), Walce (cirurgia no joelho), Liziero (cirurgia no tornozelo) e Paulinho (artroscopia no joelho).

A partida também é decisiva para o Mais Querido. Líder do Brasileiro, o Flamengo está a uma vitória de ser campeão Brasileiro pela oitava vez em sua história, e conseguiu atingir essa condição, ao vencer o Internacional na tarde do último domingo. Relembre como foi a partida.

Leia também: Confusão e festa: os detalhes da chegada do Flamengo ao Maracanã

O jogo começou com as duas equipes se estudando, e a primeira finalização do Flamengo foi aos sete minutos, com Bruno Henrique de fora da área. Dois minutos depois, Gustavo Henrique puxa Yuri Alberto dentro da área e o árbitro marca pênalti. Edenílson cobra e marca: 1 a 0 Internacional.

O Flamengo sentiu o gol, e só a partir dos 15 minutos começou a esboçar uma reação, com Gerson tentando conduzir a equipe ao empate e deu certo. Aos 28, Bruno Henrique recebeu na esquerda, driblou Rodinei e rolou para trás pra Arrascaeta empatar: gol do Flamengo, 1 a 1. O Mais Querido tinha a bola, e chegou a ter 61% de posse de bola aos 36 minutos, porém sem criar nenhuma grande chance de fazer o segundo gol. Os visitantes quase voltaram a ficar na frente no placar aos 43: Rodinei ganhou na direita e finalizou no travessão. E nada mais aconteceu no primeiro tempo.

Na etapa complementar, o jogo começou quente, e logo aos 2 minutos, o VAR chamou o árbitro para analisar uma possível expulsão de Rodinei, após falta em Filipe Luís, e aplicou o cartão vermelho ao lateral-direito. Imediatamente, Rogério Ceni chamou o Pedro para substituir Isla.

Aos 12, Rodrigo Caio e Diego Ribas sentiram, e João Gomes e Natan entraram. E o gol da virada veio aos 17: Arrascaeta tocou por trás, e Gabigol balançou as redes: 2 a 1 Flamengo. Um minuto depois, Ceni novamente mudou, e chamou João Lucas para substituir Gabriel Barbosa. Aos 35, Pedro chegou a fazer outro gol para o Flamengo, porém, o bandeira assinalou impedimento.

O Flamengo teve outro gol anulado pelo VAR: aos 47, Pedro ganhou do Lucas Ribeiro, driblou o goleiro, mas o árbitro anulou. Mas foi isso: Flamengo 2 x 1 Internacional.

Yago Martins no Twitter e Instagram

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs