DM: Rodrigo Caio faz tratamento, enquanto Gabigol e Diego participam do regenerativo; Arão segue em repouso

Isaac Simoes
Jornalista, apaixonado por esportes e pela cultura fantástica do futebol. Trabalhei na TV Pajuçara (afiliada da Record em Alagoas), no Jornal Gazeta de Alagoas e no Portal Gazetaweb. Atualmente sou redator nos portais Mundo Rubro-Negro e Esporte Alagoano. Me siga nas redes sociais @isaac_siimoes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Isaac Simões – – A reapresentação do Flamengo, na tarde desta segunda-feira (22) foi marcada pelas reavaliações de Rodrigo Caio, Diego e Gabigol. Os três jogadores foram substituídos na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional e preocupavam o torcedor. Entretanto, nenhuma lesão foi constatada nos atletas. Assim, todos devem ficar à disposição de Rogério Ceni para a decisão contra o São Paulo, no Morumbi.

O departamento médico rubro-negro já demonstrava confiança da recuperação dos jogadores, ainda no Maracanã. Desta forma, após exames realizados no Ninho do Urubu, foi descartada a presença de lesão no trio. Diego e Gabigol, aliás, participaram normalmente do treino regenerativo no CT. O meia sentiu dores no músculo posterior da coxa direita, enquanto o atacante teve um mal-estar em campo.

Leia também: CBF escala árbitro envolvido em polêmica para jogo decisivo do Flamengo contra o São Paulo

Rodrigo Caio, contudo, foi o único atleta a se apresentar com dores no tornozelo direito. Porém, o zagueiro iniciou o tratamento no local e não deve ser problemas para a partida da próxima quinta-feira (25).

Arão segue em recuperação

Porém, a maior preocupação da comissão técnica continua sendo Willian Arão. O volante, inclusive, foi liberado do treinamento desta segunda-feira. Assim, ficou de repouso, como parte da recuperação, em casa. Arão fraturou o segundo dedo do pé direito na última quinta-feira (18).

Arão machucado Flamengo e Inter
De tênis e vetado, Arão ficou no banco de reservas e comemorou a vitória sobre o Inter – Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Aliás, o camisa 5 chegou a ser relacionado para o jogo diante do Inter, mas não aguentou as dores no vestiário. Entretanto, mesmo sem condições de jogo, Arão ficou no banco de reservas do Flamengo.

Importância do volante

Na coletiva, após a vitória, Rogério Ceni explicou a situação de Willian Arão. De acordo com o treinador do Flamengo, a presença do volante foi importante com a delegação.

“A palavra do médico é sempre importante para mim, mas a palavra do atleta tem um peso maior. O Arão falou comigo e disse que queria fazer um teste no vestiário. Não posso proibir o meu jogador de confiança, um cara que coloquei nessa posição (de zagueiro), de fazer um teste no vestiário. Por isso que eu trouxe para o jogo. Havia uma mínima chance e eu tinha que esgotar as possibilidades. A partir do momento que ele diz “eu não consigo”, OK. Já tínhamos um time pré-determinado. Arão não treinou com a gente. Acho importante a presença dele com o grupo. Está há muito tempo no Flamengo. Vamos analisar as condições dele para o próximo jogo” afirmou Ceni, domingo.

Veja também: Decisivo, Gabigol marca contra o Inter e mira Bebeto na artilharia do Flamengo na história dos Brasileiros

O elenco rubro-negro volta a treinar nesta terça-feira (23). Na atividade, Ceni já começará a esboçar a equipe que vai encarar o São Paulo. Líder do Brasileiro, com 71 pontos, o Mais Querido precisa somente de uma vitória simples, no Morumbi, quinta-feira (25), às 21h30 para ser campeão. Contudo, se tropeçar, vai precisar secar o Internacional para ficar com o título. O Colorado recebe o Corinthians, no Beira Rio.

Isaac Simões no Twitter e Instagram.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs