Compartilhar:

Buscando eleições mais justas e acessíveis a todos os sócios do Flamengo, um grupo de rubro-negros organizou um manifesto que pleiteia o voto à distância no clube. Sem vínculo com correntes políticas, o “Voto à distância já!” têm como objetivo conseguir com que o Flamengo altere o estatuto ainda neste ano, para que os sócios off-Rio não precisem se deslocar até a Gávea para votar em seu candidato.

Atualmente, o colégio eleitoral do Flamengo é composto por cerca de 8 mil sócios, dentre os quais 1 mil residem longe do Rio de Janeiro.

Outra demanda do grupo é a realização da eleição no final de semana, tendo em vista que muitos sócios encontram dificuldades para se deslocarem até a Gávea em dias úteis. Na última eleição presidencial, apenas 2.753 pessoas compareceram para decidir o futuro do clube de maior torcida do Brasil.

– É importantíssimo que o clube permita que todos os seus sócios possam decidir o seu futuro em iguais condições. Sem se verem prejudicados pela distância ou pela escolha de data inadequada, como no meio de um dia útil de trabalho – afirma Cynara Peixoto, idealizadora da campanha.

O “Voto à distância já!” é aberto para todos os sócios do Flamengo, independente de lado político. Em breve, o grupo divulgará o site oficial da campanha, onde os interessados poderão demostrar seu apoio em um abaixo-assinado. Para os interessados em colaborar, a divulgação do projeto nas redes sociais é de fundamental importância.

Nota divulgada pelo grupo

“É hora de se modernizar. Tornar as eleições do Flamengo mais justas e acessíveis a todos os sócios do clube.

Todos os anos vários sócios do Flamengo, independente da categoria, ficam impedidos de exercer o seu direito de voto. Por conta de um estatuto desatualizado, não existem hoje regras que permitam que se realize o voto à distância, seja por que meio for.

Já tivemos candidatos que não moravam no Rio de Janeiro. Já tivemos candidatos que não podiam estar presentes no Rio de Janeiro por motivos profissionais. Temos centenas de sócios do clube espalhados pelo país, que contribuem de várias formas com o clube, mas que não podem votar. Também vemos casos em que devido a crise financeira e de violência que sofre a cidade, vários sócios se mudaram para outro estado ou outro país em busca de uma vida melhor.

Some-se isso a escolha da data da eleição em pleno dia útil. A escolha dificulta ainda mais o deslocamento até a Gávea para exercer seu direito a voto, por ter que enfrentar o caótico trânsito do Rio de Janeiro ou ter dificuldade de ausentar do trabalho para ir até a sede do clube votar.

Todos esses fatores são motivos mais do que suficientes para justificar o nosso pleito de alteração do estatuto com urgência. Porque a urgência? Porque para poder a alteração para a próxima eleição para presidente, que será em 2018, ela terá que ser votada pelo Conselho Deliberativo ainda em 2017. O tempo é curto, nós sabemos. Mas também sabemos que não é nada absurdo o que solicitamos e que daria para por em votação dentro de pouco tempo.

Não apoiamos candidatos A ou B. Todos são livres para votar em quem desejar. Apenas desejamos que todos possam exercer de forma acessível essa liberdade de escolha, que será melhor para o Clube de Regatas do Flamengo.”

Para mais informações, siga o “Voto à distância já!” no Twitter: Clique aqui

 

Compartilhar: