24.4 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 16, 2021

‘Tem tudo para fazer um ano muito bom’, afirma Sávio sobre temporada do Flamengo

Denise Neves
Futebol e política se misturam sim. @eudeniseneves

Em entrevista, o Anjo Loiro da Gávea fala sobre a atual fase do time rubro-negro e relembra sua passagem pelo clube

O ex-jogador do Flamengo, Sávio Bortolini, concedeu entrevista ao Gazeta Esportiva nesta quarta-feira (4), e falou sobre a sua passagem pelo Mengão e o Real Madrid. Ao lembrar dos 11 anos em que esteve no clube, o jogador lembrou sua ida para a Europa e a pressão de jogar fora do Brasil. O ex-atleta também aproveitou para dar a sua opinião sobre a atual fase do Flamengo e o técnico Domènec Torrent.

Sávio fez uma análise sobre a pressão sofrida pelos jogadores brasileiros ao saírem do país para jogarem na Europa. “Real Madrid é pressão diária. É um clube muito grande que respira pressão de todas as partes, da torcida, da imprensa… Jogar pelo Real Madrid não é fácil, mas é um processo que a gente tem que aos poucos assimilar o que significa jogar em um clube de um porte tão grande que é o Real Madrid.

Eu vivi isso quando cheguei também. É claro que era um outro momento, uma outra época, mas era uma expectativa muito grande, e eu já sabia o que eu ia enfrentar, principalmente em relação a pressão. Mas é um processo natural e a gente tem que estar preparado não só fisicamente, tecnicamente e taticamente, mas acima de tudo psicologicamente”, pontua.

Ainda sobre jogar em um time europeu, Sávio citou como exemplo o Vinicius Jr., ex-cria do Flamengo e que hoje também joga pelo Real Madrid.  “Para mim foi uma situação diferente. É claro que quando eu cheguei no Real Madrid e eu já sabia o que eu ia enfrentar. Eu tive um feedback do Roberto Carlos e isso me ajudou bastante na chegada ao clube. Só que eu vinha de um clube que tem uma pressão muito grande, uma massa muito grande também, que é o Flamengo.

Leia também: Crias do Ninho: Colunista espanhol rasga elogios a Vini Jr.: ‘ganhou o jogo’

Então eu já cheguei no Real Madrid um pouco acostumado. E também depois de já ter jogado praticamente 260 jogos profissionalmente com a camisa do Flamengo, diferentemente do que a gente vê agora, cada vez mais precoce. Principalmente a saída do Vinicius Jr. do Flamengo que praticamente não teve aquela base do sub-20, foi do sub-17 para o profissional e não jogou muitos jogos. E a minha situação é diferente, eu chego no Real Madrid já bastante ‘rodado’ com 23 anos e um pouco mais acostumado”, diz.

Sobre os seus parceiros de campo durante a sua carreira, Sávio destacou o Romário, pelo Flamengo, e o Zidane, pelo Real Madrid, que em suas palavras era “diferente de tudo” e enalteceu o nível e a qualidade técnica do ex-jogador e atual técnico do time espanhol.

Sávio destaca confiança em Domènec

Sávio Bortolini também deu o seu ponto de vista sobre a atual fase do Flamengo e o trabalho de Dome no comando time. “O grande trabalho que o Flamengo vem fazendo desde 2019, isso a gente tem que enaltecer, principalmente no ano de 2019. Estamos falando de duas conquistas que não é fácil (Libertadores e Campeonato Brasileiro). Então a gente está falando de um time que conquistou muita coisa. Aí vem em 2020, é claro, depois de tudo o que aconteceu, processo de pandemia, reestruturação no futebol brasileiro… A gente teve que mudar muitos conceitos, mas eu vejo um Flamengo em 2020 ainda muito forte. Com um trabalho muito bem feito, com um time muito forte tecnicamente”, avalia.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp

Ao falar sobre o trabalho de Domènec Torrent, o ex-jogador do Flamengo diz que não o conhecia, mas fez uma análise positiva do técnico catalão. “Eu não conhecia muito bem o trabalho do Dome, mesmo porque a minha etapa no futebol europeu acabou entre 2008 e 2009, então eu não peguei essa sequência de trabalho dele, principalmente ao lado do Guardiola. Eu tive a oportunidade de jogar contra o Guardiola, inclusive, mas não como treinador. Então, eu não peguei esse trabalho dele no futebol europeu.”, afirmou o Anjo Loiro.

Porém, Sávio destacou que o técnico pode ter sucesso: “Mas apesar de tudo o que está acontecendo em 2020, ele vem fazendo um trabalho de acordo com o que a gente esperava. Muita gente não conhecia. É claro que para muitos torcedores e muita gente da imprensa, é um trabalho que ainda está um pouco irregular, mas é um trabalho em que o Flamengo ainda está na Libertadores classificado, é co-líder em número de pontos do Campeonato Brasileiro, e tem uma oportunidade muito grande hoje de passar mais uma fase da Copa do Brasil. É um Flamengo muito forte, principalmente individualmente falando. E tem tudo para fazer os anos de 2020 e 2021 muito bons”, concluiu.

*Créditos da imagem destacada no post: Gazeta Esportiva / Instagram

Notícias do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs