28.6 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 22, 2021

Um grito da arquibancada contra o preconceito

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

A Nação 12 criou a música “Sou Rubro-Negro”, que é um tapa na cara e um grito contra o preconceito na arquibancada

MRN Informação – por Bruno Andrade – Twitter: @Brunolandc

“Favelados”, “mulambos”, “pobres” são alguns dos termos que as torcidas rivais utilizam para ofender a do Flamengo. Talvez por não conseguirem enfrentá-la no tamanho e na voz, destilar preconceito seja a tática utilizada por eles. Nada que nos ofenda.

O espetáculo da maior torcida do mundo diante das adversidades é se reinventar. “Se é assim que nos chamam, não tem problema, é com orgulho que somos”. Com esse pensamento, a Nação 12 criou a música “Sou Rubro-Negro”, que é um tapa na cara e um grito contra o preconceito na arquibancada.

Confira a letra completa:

Me chamam de mulambo e sem dinheiro
Faço parte da Nação que é seu pesadelo
Me chamam de favelado, de pobre e negro
Não importa a cor da pele, só o sentimento
Sou rubro-negro, sou rubro-negro

https://www.youtube.com/watch?v=Yv5eFUFSd2g

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs