27.5 C
Rio de Janeiro
terça-feira, novembro 24, 2020

Venda de Garotos do Ninho ao Grupo City rende valores milionários ao Flamengo

Denise Neves
Futebol e política se misturam sim. @eudeniseneves

Dupla joga no Lommel SK, clube belga que pertence ao Grupo City; valores serão quitados em duas parcelas

O Flamengo confirmou os valores da venda realizada em agosto ao Grupo City, dos atletas Vinicius Souza e Caio Roque. A negociação rendeu 4 milhões de euros aos cofres rubro-negros, a serem pagos em duas parcelas. Os jogadores foram vendidos para jogar no Lommel SK, time da segunda divisão da Bélgica. As informações foram divulgadas no balancete trimestral do clube.

Veja também: ‘Sabia que o trabalho ia ser bem feito’, afirma Rafinha sobre Domènec

A venda do volante Vinicius Souza ficou no valor de 2,5 milhões de euros. A primeira parcela, no valor de 1,7 milhão de euros, a ser paga em outubro deste ano, e a segunda, de 800 mil euros, em julho de 2021.

Já o lateral-esquerdo Caio Roque foi vendido por 1,5 milhão de euros. A primeira parcela, no valor de 1 milhão de euros, a ser paga em outubro deste ano, e a segunda, de 500 mil euros, em setembro de 2021.

caio roque grupo city

O Grupo City administra clubes de futebol de propriedade de uma família real de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos). As equipes que fazem parte do domínio da holding são o Manchester City, New York City, Melbourne City, Lommel SK, Yokohama F. Marinos, Girona, Montevideo City Torque, Sichuan Jiuniu e Mumbai City.

Ainda de acordo com o balancete, o Flamengo vai arrecadar 800 mil euros do Clube Olympique Lyonnais Sasu, pela venda de Lucas Paquetá, como mecanismo de solidariedade por ter sido o time formador do atleta. O montante será pago em três parcelas de 267 mil euros: a primeira em 21 de novembro de 2020, a segunda em 31 de outubro de 2021 e a terceira em 31 de outubro de 2022.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post: Lommel SK / lommelsk.be

Leia também

Notícias do Flamengo

Torcedores do Botafogo caem em pegadinha de flamenguistas antes de jogo contra o Fortaleza

O que os botafoguenses não contavam é que tudo não passava de uma pegadinha de torcedores do Mengão

Gabigol com a camisa do Boca gera discussão acalorada em programa argentino; assista

Gabigol posou para tirar foto com a camisa do Boca nas dependências do clube. Todos os detalhes você encontra no site do Mundo Rubro Negro

Veja as escalações que Ceni pode utilizar para Racing x Flamengo

Ceni terá os retornos de Filipe Luís e Gabigol para escalar a equipe que enfrentará o Racing nesta quarta, às 21h30. Detalhes no MRN

Willian Arão revela treinos de Rogério Ceni e mudança em relação a Domènec

Willian Arão projetou jogo difícil contra o Racing, mas revelou que o Flamengo não pretende mudar o estilo e vai jogar de forma ofensiva

Cano dá dicas ao Racing e exalta Flamengo: ”Jogam em outro nível”

Em entrevista ao Diario Olé, atacante do Vasco elogiou o Flamengo. Todos os outros detalhes na matéria do site Mundo Rubro Negro

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

O Flamengo existe porque a vida não basta

Cada um viu um filme diferente. De alguma forma, porém, todos aqueles filmes eram o mesmo. O mosaico do que é ser Flamengo

Quatro marcados, cinco perdidos: o “Pênalti para o Flamengo!” assusta em 2020

Vitinho perde o 5º pênalti do Flamengo em 2020; na temporada, o aproveitamento do clube carioca em cobranças de pênalti é inferior a 50%