32.4 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 23, 2021

Volante ex-Flamengo foi preso no Maranhão em uma caminhonete

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Atleta deixou o Flamengo em 2018 rumo aos Emirados Árabes quando o rubro-negro era líder

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

Com passagens pelo Flamengo em 2015 e 2018, o volante Jonas foi preso pela Polícia Militar em Maranhão por porte ilegal de arma de fogo. De acordo com o Jornal Pequeno – especialista em noticiários da região, a abordagem da PM aconteceu em dezembro de 2020, na Rodovia 40 MA, porém o caso só foi revelado na madrugada da última segunda para terça.

Leia também: Demissão de Jesus? Eliminação para o Arsenal pode ser a gota d’água

O ex-meio-campista rubro-negro estava em uma caminhonete Hilyx, e portava uma pistola calibre 380, segundo a publicação. Após receber voz de prisão, Jonas não resistiu e foi liberado ao pagar sua fiança.

Sem clube desde a saída dos Emirados Árabes, o jogador chegou a ser especulado no Flamengo na última janela de transferência. Após a grave lesão no joelho de Thiago Maia, a diretoria estudava um nome para compor o elenco, e o de Jonas chegou a ser ventilado dentro da Gávea.

Relembre como foram as passagens de Jonas pelo Flamengo

O volante, contratado junto ao Sampaio Corrêa, do Maranhão, estreou com o Manto Sagrado em fevereiro de 2015. Na ocasião, o clube carioca enfrentou o Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul, pela Copa do Brasil. A partida terminou com vitória dos visitantes, por 2 a 1. Entretanto, o melhor e mais marcante momento do meia defensivo com a camisa do Flamengo aconteceria dois meses depois.

Em sua quarta partida como titular, contra o Fluminense, no Campeonato Carioca, Jonas acertou um verdadeiro petardo no gol defendido por Diego Cavalieri. Um golaço que é lembrado até hoje por muitos flamenguistas. Assim como uma entrada duríssima que aplicou em Gilberto, diante do Vasco, na semifinal do mesmo estadual. Em virtude do cartão amarelo que recebeu pelo lance, e seu nervosismo em campo, acabou sendo substituído com 18 minutos do primeiro tempo.

Sua primeira passagem pela Gávea foi marcada justamente pela sua agressividade, o que deixava os torcedores apreensivos com a chance de vê-lo sendo expulso. Porém, após ser emprestado para outros clubes, Jonas retornou ao Flamengo em 2018. E foi ali que ele causou uma boa impressão. Sob o comando de Maurício Barbieri, o volante recebeu a confiança de seu treinador, ganhando oportunidades como titular e mostrando um futebol mais técnico e menos violento.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs