Volta por cima: Lincoln embala e mostra evolução no Flamengo sob o comando de Dome

Leandro Chagas
Bacharel em Jornalismo pela FACHA, e pós-graduando em Jornalismo Esportivo na UERJ. Mesmo com 24 anos, já posso dizer que fiz de tudo um pouco na comunicação. Atualmente trabalho na assessoria de imprensa da deputada Martha Rocha, e sou redator nos sites Mundo Rubro Negro e Playmaker Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Lincoln vem subindo de produção e aproveitando as oportunidades dadas por Domènec Torrent

MRN Informação | Leandro Chagas – Twitter: @leandroxgs

Mesmo com apenas 19 anos, não é de hoje que Lincoln é figurinha carimbada no elenco principal do Flamengo. O ainda jovem atacante, fez sua estreia nos profissionais com apenas 16 anos, em 2017, em duelo válido pelo Brasileirão, contra o Corinthians. Desde aquele já distante jogo na Ilha do Urubu, o jogador viveu altos e baixos com a camisa rubro-negra, tendo que conviver com as críticas de boa parte dos flamenguistas.

No entanto, desde a reta final da última temporada, quando voltou aos gramados depois de se recuperar de duas graves lesões musculares que o tiraram de ação por 102 dias, o centroavante vem mostrando evolução. Neste seu retorno, foram 2 gols e duas assistências em 4 jogos.

LEIA MAIS: Deixou chegar: Após 17 rodadas, Flamengo é apontado como grande favorito ao título do Brasileirão

A “volta por cima” ganhou ainda mais força com a chegada de Domènec Torrent. Com o técnico espanhol em 2020, Lincoln vem recebendo mais oportunidades, começando alguns jogos como titular, algo que já aconteceu por 4 vezes na “Era Dome”. Fazendo jus ao apoio do treinador, o atacante balançou as redes em três das quatro partidas em que começou jogando nesta temporada (Independiente del Valle, RB Bragantino e Junior Barranquilla), igualando o número de gols que marcou em 2019

Quando iniciou o trabalho no Flamengo, Dome revelou que teve um “papo reto” com Lincoln

“Quando cheguei, havia um grupo de jogadores que estava treinando à parte. Decidi que íamos trabalhar juntos. Eles me mostraram a qualidade que tem. O Lincoln foi um deles. Disse que teria que fazer mais, melhorar, focar nos treinamentos. Ele tem qualidade. É importante dar confiança. Eu acredito neles. A base é fantástica, podem jogar. Conversei muito com o Lincoln e convenci que tinha que melhorar, trabalhar sem a bola. Não é mérito do técnico, é do jogador”, disse o treinador sobre o jovem de 19 anos.

Autor de um dos três gols na vitória de 3 a 1 em cima do Junior Barranquilla nesta quarta-feira, o jogador que é cria da Gávea celebrou o bom momento:

“Muito feliz. Quero agradecer minha família, minha mãe, meu pai, meus irmãos, que estão sempre do meu lado, porque só eles sabem o que eu passei. Estou feliz pelo gol e pela partida. Agora, é dar sequência para ajudar cada vez mais o Flamengo”, disse.

Com a maratona de jogos deste ano tão atípico por conta da pandemia, a tendência é que Lincoln continue recebendo muitas oportunidades. Recebendo um apoio cada vez maior daqueles que antes torciam o nariz ao ver o jovem atacante em campo, a tendência é que ele ganhe confiança e se torne em uma peça cada vez mais importante no elenco rubro-negro. 

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Marcelo Cortes / Flamengo

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs