26.6 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

VP diz que Fla não precisa de jogadores para compor elenco: “Tem que ser para agregar”

Reforçar o elenco. Durante anos essa expressão muito usada durante o período de transferências do futebol, várias vezes não se transformou numa realidade quando se tratava de Flamengo. Quantas vezes nomes anunciados mantiveram o nível da equipe sem adicionar ao menos qualidade ao plantel?

Diante dos investimentos feitos no último semestre de 2017, quando o Flamengo trouxe jogadores como Éverton Ribeiro, Geuvânio e Diego Alves, a diretoria tomou uma decisão no início de 2018: reforços serão apenas os de qualidade comprovada. Desse modo as contratações serão somente para substituir jogadores com lesões graves ou nomes de referência, que elevem o patamar da equipe.

Ao menos é isso que o VP de Futebol Ricardo Lomba explicou em entrevista para o canal do blog Ser Flamengo: “Não precisamos de jogador para compor elenco porque temos os que voltaram de empréstimo e outros que vieram da base. Para trazer jogadores para o Flamengo tem que ser ou por alguma necessidade flagrante, alguma contusão em que você não possa contar com o jogador, ou então tem que ser jogador para agregar”.

Diante do investimento feito na equipe, outra decisão importante foi tomada pela diretoria: não aumentar o aporte monetário no futebol da Gávea. “Em função do que aconteceu ano passado (contratações de peso com altos salários), eu acho que a gente chegou num teto interessante de investimento. O que foi acordado com o financeiro e que acho que deve ser respeitado é o seguinte, o grau de investimento já está muito bom, então vamos fazer o seguinte: trocas. Não vamos injetar dinheiro. O que eu precisava de verbas para apostar em alguns jogadores, eu tive que me desfazer de alguns naquela proporção. Preciso de R$ 10 milhões? Desonera esse valor. Foi esse trabalho que a gente fez e que vem fazendo na tentativa de capacitar mais o elenco”, explicou Lomba.

Nesse intuito de qualificar o plantel mantendo o investimento, o Flamengo liberou Rafael Vaz, Gabriel, Márcio Araújo, Alex Muralha, além da venda de Mancuello. Diante desse cenário, o Flamengo contratou na janela de transferências somente Marlos Moreno, Henrique Dourado e Júlio César. Este último num planejamento de apenas encerrar a carreira, com um contrato de três meses, mostrando que a diretoria aposta na subida de rendimento da equipe que terminou 2017 juntamente com nomes como Jonas, Jajá e Ronaldo, que retornaram de empréstimo, e os Garotos do Ninho. “A gente gastou dinheiro em jogadores que não performaram (em 2017) por algumas razões. Se a gente pegar de exemplo Geuvânio e Éverton Ribeiro, eles vieram de campeonatos com níveis mais baixos de exigência e não tiveram férias, emendaram. Há um processo de readaptação, de condicionamento físico. A gente aposta bastante esse ano que eles venham a desempenhar um belo futebol”.
 

Imagem em destaque: Gilvan de Souza / Flamengo

 


Olá, grande rubro-negro! Quer entrar para o nosso grupo exclusivo de Whatsapp, participar de sorteios de livros incríveis sobre o Flamengo, ter acesso a matérias antes de todo mundo, virar blogueiro do Mundo Rubro Negro e ainda contribuir para o crescimento do projeto com o melhor conteúdo sobre Flamengo da internet? Entre para a nossa comunidade de apoiadores! Saiba mais clicando aqui.


Notícias do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs