Zico fala sobre violência sofrida contra o Cobreloa na final de 1981

Eterno ídolo da Gávea, Zico foi entrevistado por um TV chilena

Maior ídolo da história do Flamengo, o ex-camisa 10 Zico, foi entrevistado pelo canal chileno TNT Sports, no programa de estreia da emissora. A referência do Fla revelou alguns detalhes da grande final da Copa Conmebol Libertadores de 1981.

O Mais Querido enfrentou o Cobreloa em três partidas muito disputadas, e sagrou-se pela primeira vez, campeão do maior torneio do continente. No jogo de ida, vitória do Fla por 2 a 1 no Maracanã, com dois gols do ”Galinho”. Porém, a batalha mesmo foi na partida de volta, em território chileno. O Cobreloa, que intimidou os atletas do Flamengo com entradas violentas na marcação, venceu por 1 a 0, frente ao público de 61 mil pessoas que pulsavam no Estádio Nacional do Chile.

Acho que o Cobreloa exagerou porque tinha um time muito bom, era um time que poderia ter jogado melhor nessas finais. Mas eles se deixaram levar pela tensão”, disse Zico.

LEIA TAMBÉM

- Advertisement -

No jogo de desempate em campo neutro, o Flamengo venceu por 2 a 0 no Uruguai, e levou a taça. Em outro trecho da conversa, o ex-camisa 10 da Gávea elogiou a qualidade técnica do adversário.

“Ninguém chega à final só com a garra ou com a luta, você chega pela bola. E tinham jogadores que jogavam muito bem. E acabaram jogando a final novamente no no ano seguinte contra o Peñarol”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here