Zico fala sobre violência sofrida contra o Cobreloa na final de 1981

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eterno ídolo da Gávea, Zico foi entrevistado por um TV chilena

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

Maior ídolo da história do Flamengo, o ex-camisa 10 Zico, foi entrevistado pelo canal chileno TNT Sports, no programa de estreia da emissora. A referência do Fla revelou alguns detalhes da grande final da Copa Conmebol Libertadores de 1981.

O Mais Querido enfrentou o Cobreloa em três partidas muito disputadas, e sagrou-se pela primeira vez, campeão do maior torneio do continente. No jogo de ida, vitória do Fla por 2 a 1 no Maracanã, com dois gols do ”Galinho”. Porém, a batalha mesmo foi na partida de volta, em território chileno. O Cobreloa, que intimidou os atletas do Flamengo com entradas violentas na marcação, venceu por 1 a 0, frente ao público de 61 mil pessoas que pulsavam no Estádio Nacional do Chile.

Acho que o Cobreloa exagerou porque tinha um time muito bom, era um time que poderia ter jogado melhor nessas finais. Mas eles se deixaram levar pela tensão”, disse Zico.

LEIA TAMBÉM

No jogo de desempate em campo neutro, o Flamengo venceu por 2 a 0 no Uruguai, e levou a taça. Em outro trecho da conversa, o ex-camisa 10 da Gávea elogiou a qualidade técnica do adversário.

“Ninguém chega à final só com a garra ou com a luta, você chega pela bola. E tinham jogadores que jogavam muito bem. E acabaram jogando a final novamente no no ano seguinte contra o Peñarol”.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs