Abel Braga critica atuação da arbitragem, mas diz que acredita em título do Inter: ‘Não acabou’

Leandro Chagas
Bacharel em Jornalismo pela FACHA, e pós-graduando em Jornalismo Esportivo na UERJ. Mesmo com 24 anos, já posso dizer que fiz de tudo um pouco na comunicação. Atualmente trabalho na assessoria de imprensa da deputada Martha Rocha, e sou redator nos sites Mundo Rubro Negro e Playmaker Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Leandro Chagas  O descontentamento com a atuação da arbitragem no duelo entre Flamengo e Inter, neste domingo (21/02), tomou conta do lado colorado. Após a derrota por 2 a 1, no Maracanã, o capitão Rodrigo Dourado, o vice do clube gaúcho, João Patrício Herrmann, e o treinador Abel Braga, criticaram a atuação do árbitro Raphael Claus na partida, dando ênfase à expulsão do lateral Rodinei

Leia também: Capitão do Inter, Rodrigo Dourado critica expulsão de Rodinei e dispara: ‘Querem que o Flamengo ganhe

Decisivo, Gabigol marca contra o Inter e mira Bebeto na artilharia do Flamengo na história dos Brasileiros

Mesmo mantendo um tom calmo durante a entrevista coletiva, o experiente técnico fez questão de demonstrar o seu descontentamento com a arbitragem do jogo. Abel citou, inclusive, que os próprios jogadores do Flamengo disseram que o lance não deveria ter a interferência do VAR. 

“O jogo do VAR participa do jogo. As decisões são tomadas de acordo com o VAR. Lamento muito o que aconteceu hoje. Acho o Claus um dos três melhores árbitros do país, mas as imagens que vi no vestiário. Inclusive em jogos do Flamengo, apitados por ele. Situações muito mais claras em que ele deu o amarelo”.

Outras falas de Abel

Na sequência, Abelão citou lances semelhantes em partidas apitadas por Raphael Claus:

“O Gre-Nal, o Jô no Gustavo Gomez, o Guga… É o mesmo árbitro com critérios totalmente diferentes. Me explica por que o Gustavo Henrique não tomou amarelo?”, indagou.

O treinador do Inter falou também sobre a falta de critério para a utilização do árbitro de vídeo, relembrando situações de outras partidas, como o segundo gol do Sport na derrota colorada por 2 a 1 e o pênalti de Víctor Cuesta na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco. Vale lembrar que o lance tirou o zagueiro titular do jogo deste domingo, contra o Flamengo

“O cara cruza uma bola, o Patric cruzou contra o Sport com 5m. Eles contra o vento e com a parte interna do pé. Se esta bola voltou como voltou. Ela saiu, mas o VAR não teve condições de dizer se saiu ou não”.

“Contra o Vasco teve aquele pênalti simplesmente lamentável e cartão imediatamente ao Cuesta, que não pode jogar hoje. O Gustavo Henrique estava pendurado. Tem muita coisa estranha”, disparou.

No final, Abel fez questão de ressaltar que o campeonato segue em aberto, dizendo também que acredita no título do Inter.

“Você tem que confiar. O Flamengo jogará com o São Paulo. Não acabou. Hoje só poderia ter um campeão, nós”.

Veja a coletiva completa:

Como chegam Flamengo e Inter na última rodada?

Ultrapassado pelo Flamengo, que chegou a 71 pontos e assumiu a liderança pela primeira vez no Brasileirão, o agora vice-líder Internacional (69 pontos), joga as suas fichas no duelo contra o Corinthians, na próxima quinta-feira (25/02), às 21h30, no Beira-Rio. Para ser campeão, o Colorado precisa vencer seu jogo e torcer para que o Rubro-Negro pelo menos empate na partida contra o São Paulo, no Morumbi. Os dois jogos acontecerão simultaneamente. 

Leandro Chagas no Twitter e no LinkedIn.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs